30 de junho de 2008

DA SÉRIE BOBAGENS LEGAIS

video

Momento Babando a Família

eu, irmão e Del

Minha afilhada "pra frentex" Clara e tio Ernando

Rick


Meu irmão louco que "fez" meu afilhado lindo

Del na pescaria

depois da feijoada e da caipirinha

Aniversário do caçula na sexta,

Feijoada no domingo...

Cercada de amigos, família e meu futuro.

Precisa de algo mais?

26 de junho de 2008

Piadinha (sem graça)

Uma mulher chegou em casa e disse para o marido:- Zé, lembra das enxaquecas que eu costumava ter toda vez que nós íamos fazer amor? Estou curada. - Não tem mais dor de cabeça?!?! O marido perguntou espantado.

A esposa respondeu: - Minha amiga Margarete me indicou um terapeuta que me hipnotizou. O médico me disse para ir para frente do espelho, me olhar bem no espelho e repetir para mim mesma. Não tenho mais dor de cabeça. Não tenho mais dor de cabeça. Não tenho mais dor de cabeça. Fiz isso e a dor de cabeça parece que sumiu.
- O marido respondeu: Mas que maravilha!
Então a esposa falou para o marido. - Nos últimos anos você não anda muito interessado em sexo. Por que você não vai ao terapeuta e tenta ver se ele te ajuda a ter interesse em sexo novamente?
O marido concordou, marcou uma consulta e alguns dias depois estava todo fogoso para uma noite de amor com a esposa.
Então foi correndo para casa e entrou arrancando as roupas e arrastando a esposa para o quarto. Colocou a esposa na cama e disse para ela: - Não se mova que eu já volto.
Ele foi ao banheiro e voltou logo depois, pulou na cama e fez amor de maneira muito apaixonada como nunca tinha feito com a esposa antes.
A esposa falou:- Zé, foi maravilhoso!
O marido disse novamente para a esposa. - Não saia dai que eu volto logo. Foi ao banheiro e a segunda vez foi muito melhor que a primeira.
A mulher sentou-se na cama, a cabeça girando em êxtase com a experiência.
O Marido disse outra vez:- Não saia dai que eu volto logo. Foi ao banheiro. Desta vez a esposa foi silenciosamente atrás dele e quando chegou lá o marido olhava para o espelho e dizia:

- Não é minha esposa.

- Não é minha esposa.

- Não é minha esposa. -

Não é minha esposa.

- Não é minha esposa.
Nota mental: é disso que tenho medo.

25 de junho de 2008

Caminho

Meio sem rumo...
Meio sem noção...
Meio deseperada...
Meio anciosa...
Meio sem saber...
Inteiramente feliz.
foto:fragimagens.blog.com

24 de junho de 2008

Presente de Madrinha


Presente da minha tia-amiga Elaine que será minha madrinha de casamento.

Nesse carrinho ficará todo o meu álcool.
Carrinho à venda na Tok Stok por 292 dinheirinhos.

Pantanal


Quando criança eu acompanhava e adorava a novela Pantanal . Tinha o álbum de figurinhas e achava Almir Sater e Marcos Winter super gatos. Meus pais sempre mudavam de canal ou mandavam eu dormir nas cenas , digamos, impróprias.
Agora que o SBT está reprisando, e eu posso ver a novela do início ao fim sem interferências tô a maior noveleira. Virou minha terapia assistir a novela. Aff...
Não é só pela história, mas sim pelas imagens belissímas, pelas modas de viola e pela cultura do povo da região que foi tão bem mostrada pelo autor e diretores da novela.
O ruim é que a atual exibiçaõ não tem intervalo comercial...então assisto sem respirar e enquanto isso a audiência do "patrão" só faz subir.
Pantanal foi uma telenovela produzida pela extinta Rede Manchete e exibida em 1990 (euzinha apenas com 10 anos da minha bela existência) e foi escrita por Benedito Ruy Barbosa.
Portanto, não me liguem entre 22:30 e 23:30.

Passada Rápida

Oi gente,
Correria... correria.
Vamos ver se tenho tempo de dar uma passada por aqui mais decente ainda hoje.
Deixo algumas fotos da nossa ralação do final de semana na reforma do apartamento.
Viramos pedreiros literalmente. Estou com meus braços doloridos até hoje, sem contar os roxos.
Não poderia deixar de agradecer aos amigos Léo Cabeção, Ju Cabeçuda e Toni. Vocês foram uma verdadeira mão na roda.


Toni e meu amorJussara e LéoLéo, Del e Eu

20 de junho de 2008

Estamos em Obra


Puta que pariu!!!!

Desculpem o desabafo, mas só eu sei o que estamos passando.
Esse lance de reforma em apartamento é ultra-mega-power complicado... é parede que cai, orçamento fora do meu orçamento, reclamações de sindíco, reclamação de pedreiro. Aff..
Juro por Deus que ao olhar minha futura cozinha não consigo imaginar ela pronta. Mas vamos que vamos.

16 de junho de 2008

Acontecimentos

Teve de tudo no final de semana.
Sexta tivemos uma noitada na casa dos nossos amigos Viviane e Capitão Sanches.
Cerveja, vodka, ice, caipirinha, tequila, wisk do bom, cachaça da boa, margerita, tinta de caneta...
Acordei zero, como se tivesse bebido apenas água e refrigerante. Vai entender meu organismo. Já o Del e a Denize foram trabalhar ainda bêbados, (eu juro).
Fim de noite na casa dos nossos amigos.
No sábado fui resolver alguns pepinos: lêia-se pagar conserto do carro de uma fulana muito da filha da puta e folgada no último, que meu dignissimo fez o favor de bater a moto na semana passada.

Procurei por horas um parachoque traseiro preto do Ford Ka. Como encontrei por 175 pilas, usei minha lábia e convenci a fulana a consertamos o parachoque e Del morreu em 60 dinheirinhos.
Dos males o menor.

Domingo foi dia de família: almoço com a sogra e churras com meu pai anjo à noite, para comemorar seu aniversário.
Em off: noo sábado não acordei de ressaca, mas acordei com o colo, as costas e o rosto cobertos por uma manchinhas vermelhas que a medida que eu ficava preocupada ou anciosa elas coçavam pra cara.. e está assim até agora. Não sei se é uma intoxicação ou nervosismo com o casamento.
Notícia boa, que me tirou quatrocentos e trinta e quinze kilos das costas: amanhã começa a reforma na nossa casinha! Deus é fiel.

13 de junho de 2008

...E Foi Perfeito

foto:site de fotos
Olá queridos, diria que meu dia dos namorados foi pleno. Del fez surpresa pra mim!!! Primeiro ele me deu de presente um chaveiro que é a primeira letra do meu nome, que eu, muito educadamente, agradeci e ainda disse que era lindo e horas depois ele me deu um anel solitário com 4 pontos de brilhantes. Simplesmente amei... Que mulher não gosta de ganha jóias, não é mesmo?
Fomos em um restaurante super charmoso: Jardim de Minas, que fica no bairro Jaraguá, em frente à Igreja Santo Antônio que iremos casar. Melhor lugar impossível.
Quem quiser conhecer, super indíco:http://www.jardimdeminas.com.br/

Depois coloco fotos dos nossos presentes aqui. Vou tratar de registrar para a posteridade.

O meu anel é um desse aí da foto...



Ai ai.. estou nas nuvens. E para combinar com minha melação aí vai um poema lindo de viver.




Ter ou não ter namorado, eis a questão
Atribuído a Carlos Drummond de Andrade,mas é de Artur da Távola


Quem não tem namorado é alguém que tirou férias remuneradas de
si mesmo. Namorado é a mais difícil das conquistas. Difícil porque namorado de
verdade é muito raro. Necessita de adivinhação, de pele, saliva, lágrima, nuvem,
quindim, brisa ou filosofia. Paquera, gabira, flerte, caso, transa,
envolvimento, até paixão é fácil. Mas namorado mesmo é muito difícil. Namorado
não precisa ser o mais bonito, mas ser aquele a quem se quer proteger e quando
se chega ao lado dele a gente treme, sua frio, e quase desmaia pedindo proteção.
A proteção dele não precisa ser parruda ou bandoleira: basta um olhar de
compreensão ou mesmo de aflição. Quem não tem namorado não é quem não tem amor:
é quem não sabe o gosto de namorar. Se você tem três pretendentes, dois
paqueras, um envolvimento, dois amantes e um esposo; mesmo assim pode não ter
nenhum namorado. Não tem namorado quem não sabe o gosto da chuva, cinema, sessão
das duas, medo do pai, sanduíche da padaria ou drible no trabalho. Não tem
namorado quem transa sem carinho, quem se acaricia sem vontade de virar
lagartixa e quem ama sem alegria. Não tem namorado quem faz pactos de amor
apenas com a infelicidade. Namorar é fazer pactos com a felicidade, ainda que
rápida, escondida, fugidia ou impossível de curar. Não tem namorado quem não
sabe dar o valor de mãos dadas, de carinho escondido na hora que passa o filme,
da flor catada no muro e entregue de repente, de poesia de Fernando Pessoa,
Vinícius de Moraes ou Chico Buarque, lida bem devagar, de gargalhada quando fala
junto ou descobre a meia rasgada, de ânsia enorme de viajar junto para a
Escócia, ou mesmo de metrô, bonde, nuvem, cavalo, tapete mágico ou foguete
interplanetário. Não tem namorado quem não gosta de dormir, fazer sesta
abraçado, fazer compra junto. Não tem namorado quem não gosta de falar do
próprio amor nem de ficar horas e horas olhando o mistério do outro dentro dos
olhos dele; abobalhados de alegria pela lucidez do amor. Não tem namorado quem
não redescobre a criança e a do amado e vai com ela a parques, fliperamas, beira
d'água, show do Milton Nascimento, bosques enluarados, ruas de sonhos ou musical
da Metro. Não tem namorado quem não tem música secreta com ele, quem não dedica
livros, quem não recorta artigos, quem não se chateia com o fato de seu bem ser
paquerado. Não tem namorado quem ama sem gostar; quem gosta sem curtir quem
curte sem aprofundar. Não tem namorado quem nunca sentiu o gosto de ser lembrado
de repente no fim de semana, na madrugada ou meio-dia do dia de sol em plena
praia cheia de rivais. Não tem namorado quem ama sem se dedicar, quem namora sem
brincar, quem vive cheio de obrigações; quem faz sexo sem esperar o outro ir
junto com ele. Não tem namorado que confunde solidão com ficar sozinho e em paz.
Não tem namorado quem não fala sozinho, não ri de si mesmo e quem tem medo de
ser afetivo. Se você não tem namorado porque não descobriu que o amor é alegre e
você vive pesando 200Kg de grilos e de medos. Ponha a saia mais leve, aquela de
chita, e passeie de mãos dadas com o ar. Enfeite-se com margaridas e ternuras e
escove a alma com leves fricções de esperança. De alma escovada e coração
estouvado, saia do quintal de si mesma e descubra o próprio jardim. Acorde com
gosto de caqui e sorria lírios para quem passe debaixo de sua janela. Ponha
intenção de quermesse em seus olhos e beba licor de contos de fada. Ande como se
o chão estivesse repleto de sons de flauta e do céu descesse uma névoa de
borboletas, cada qual trazendo uma pérola falante a dizer frases sutis e
palavras de galanteio. Se você não tem namorado é porque não enlouqueceu aquele
pouquinho necessário para fazer a vida parar e, de repente, parecer que faz
sentido.

11 de junho de 2008

Chá de Panela


Oi Pessoas,

Ontem depois do trampo eu, minha madre e minha tia ficamos até altas horas fazendo a lista do nosso chá de panela. Marquei para o dia 02 de agosto.
Êita que o bicho tá pegando e que o dia tá chegando. Andrenalina pura. Parece bobagem: mas quem já foi noiva bem sabe do que estou falando e àquelas que um dia serão, verá.
Sem tempo para respirar...
Beijos e inté.

10 de junho de 2008

CONTAS

O trabalho "empobrece' o homem. As minhas contas parecem que procriam... Estou precisando adquirir um botão do Phoda-se com urgência.

Comecei a ler hoje no caminho para o serviço Memórias de Minhas Putas Tristes de Gabriel García Márquez. Já estou gostando. Depois falo mais do livro aqui.


9 de junho de 2008

Isso Logo Passa




Em uma das várias palestras que assisti no curso de Administração recebi um cartão na entrada que dizia"Isso Logo Passa".
Graças à Deus é fato. Tudo na vida é passageiro, menos o motorista e o trocador. (hehehe)

Final de semana com altos e baixos, mas depois da tempestade... tudo azul.


Almoço de domingo...




Parece uma cidade histórica, não? Mas é um restaurante: Vila Bela, no bairro Palmares. Comida boa e cerveja ídem.

"Eu sou aquela mulher que fez a escalada da vida removendo pedras e plantando flores." (Cora Coralina")

6 de junho de 2008

3 meses


Gente, gente,


Faltam exatos 3 meses pro meu casório. Alguns dizem que pirei, outros me falam que é a melhor coisa do mundo. A única certeza que tenho é de que o escolheria todos os dias para ser o homem da minha vida. (romântismo puro).

Esse final de semana mil coisas pra fazer: buscar convites, tirar medidas para reforma do ap, rever lista de convidados e por aí vai. Vai inventar...

Mereço uma caixa de cerveja.

Início





Minha mania de ler tudo que me aparece pela frente (incluindo embalagem de manteiga) fez com que eu criasse esse blog despretensioso. Aqui irei registrar meus devaneios, minhas vontades, meus gostos, minha ansiedade e minhas divagações. Vamos ver no que vai dar...